Ampliação do Afrouxamento Monetário Europeu?

O desemprego na zona do euro situou-se em torno de 11%, no mês de agosto passado. Trata-se, obviamente, de uma média, em alguns países os índices são muito maiores e, em outros, menores.

O nível de preços voltou à deflação em setembro (0,1%, comparado com setembro de 2014), refletindo a fraqueza da economia.

Com a desaceleração dos mercados emergentes (China, em especial) e o fortalecimento do euro frente ao dólar, continuam os temores de que  a economia da zona do euro enfrente situação similar à enfrentada pela economia japonesa há anos: deflação e baixo crescimento.

O Banco Central Europa (BCE) anunciou em janeiro deste ano e vem implementando um programa de afrouxamento monetário de 60 bilhões de euros por mês, com o objetivo de aproximar a inflação da meta de cerca de 2% a.a.

Há possibilidade de ampliação do programa de afrouxamento monetário europeu. Com isso, espera-se a desvalorização do euro, com impacto negativo nas exportações dos países emergentes para o mercado europeu no curto prazo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s