José Serra ecológico: micos diplomáticos rotineiros

Eu nunca escreví qualquer texto, nem no Facebook nem no meu blog dialogosessenciais.com, defendendo ou atacando os governos da Venezuela, por falta de informações fidedignas e efetivo conhecimento dos assuntos da política e da economia daquele país.

Agora, no entanto, tendo em vista a desastrada atuação do ministro dos micos exteriores, Serra, acompanhado do diplomata clandestino FHC, não posso permanecer omisso: as mais elementares e tradicionais regras da boa diplomacia foram estupradas pelos dois trapalhões.

Quem autorizou FHC participar de uma missão diplomática do governo brasileiro? Quem pagou as despesas da sua viagem?

Na minha opinião a participação de FHC na missão comprova a incompetência do seu parceiro Serra no cargo de ministro das relações exteriores. Dobrou o vexame.

A diplomacia é uma loja de cristais nobres. Soltar dois ideolossauros de cauda grande como Serra e FHC nessa loja de cristais finos é um verdadeiro suicídio  diplomático.

Serra e FHC são dinossauros não pela idade, mas pelas teias de aranha na cabeça e pelo mofo  e bolores que deixaram crescer em suas almas.

Só muito desconhecimento de princípios básicos da diplomacia para fazer um movimento abrupto desses a céu aberto, dando a cara do nosso país a tapas. Essas coisas são negociadas nos gabinetes dos verdadeiros diplomatas.

Os políticos, como Serra e FHC, só deviam aparecer depois de tudo arranjado. Empresários, que têm interesses e negócios com a Venezuela, devem estar com os cabelos em pé.

Felizmente, para os venezuelanos afetados pelo ato amadorístico dos dois trapalhossauros brasileiros,  o Uruguai, levando em consideração os mais altos valores que regem as relações entre países soberanos, recusou-se a participar deste golpe diplomático.

Parece que dar golpes é hoje, no Brasil, uma modalidade olímpica. Seja na Câmara, seja no Senado, seja nas relações internacionais.

Justamente indignada a chanceler venezuelana, Delcy Rodríguez, escreveu no Twitter que “a república Bolivariana da Venezuela rechaça as insolentes e amorais declarações do chanceler de facto do Brasil”. Ela afirmou que o País (Brasil) vive um golpe de Estado que “vulnera a vontade de milhões de cidadãos que votaram na presidenta Dilma. […] O chanceler de facto José Serra se soma à conspiração da direita internacional contra Venezuela e vulnera princípios básicos que regem as relações internacionais”.

Levando em consideração a quantidade de micos colecionados por José Serra, o vice-presidente Temer, traíra e usurpador, deveria deslocar este ministro dos micos exteriores para o Ministério do Meio Ambiente. Pensando bem … melhor não. Com esse nome, Serra no Ministério do Meio Ambiente seria uma eterna piada pronta para os humoristas. Que fase …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s