STF derruba regra de Cunha que barrava participação em debates

Compartilho informação publicada pelo PSOL. Cansei de discutir sobre o absurdo e a inconstitucionalidade dessa e de outras cláusulas de barreira.

Paulo Martins

O Supremo Tribunal Federal (STF) acaba de considerar inconstitucional a regra eleitoral que permitia que 2/3 dos candidatos pudessem barrar o PSOL e outros partidos com menos de 10 deputados federais eleitos dos debates eleitorais.

A votação ainda está ocorrendo, mas a maioria dos ministros (seis) já se declararam a favor da inconstitucionalidade.

Agora, independente da vontade dos demais candidatos, as emissoras podem chamar para os debates representantes de partidos com menos de 10 deputados federais, como é o caso de Marcelo Freixo, no Rio de Janeiro, e Luiza Erundina, em São Paulo.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s