Chafurdando na lama escolhida

Do Facebook, para debate

Existe um verbo em francês, “rebondir”, que significa algo como “quicar no chão e voltar a subir”. Usa-se muito nos momentos de desesperança, quando se atingiu o fundo do poço, mas já é possível subir e ressurgir da escuridão.

Se a PEC55 é aterrorizante, a reforma da Previdência é o fundo do poço. Será cruel assistir aos mais pobres na total penúria em hospitais e escolas. Será cruel assistir à classe média se aposentar aos 71 anos, lutando desesperadamente para ter emprego até essa idade (o que será quase impossível). Muitos desses apoiaram o golpe, mas tudo bem.

Uma população só cresce chafurdando na lama que ela própria escolhe para chafurdar.

Tem de perder direitos adquiridos para crescer. Não dá para ir às ruas lutar apenas “contra a corrupção” e fechar os olhos para injustiças alheias.

A única notícia boa é que, assim como a PEC é uma emenda constitucional, o presidente eleito em 2018 poderá fazer nova emenda à emenda. O Brasil é flutuante, pouco afeito à lei. Então que vá ao fundo do poço em 2017 com essa República Velha, totalmente dissociada do que significa democracia hoje no mundo. E em 2018 talvez, da profundeza do poço, a população vote num presidente realmente empenhado na defesa dos direitos humanos básicos e dos trabalhadores. Até lá a classe média talvez entenda que ela também pertence à classe dos trabalhadores e pare de votar como elite.

“Rebondir” será um longo caminho, mas necessário para se adquirir no Brasil uma consciência de classe. Não da classe social a que se pretende pertencer, aquela do imaginário das novelas, mas a sua, a real, e que não configura vergonha alguma. Sempre que vejo certa vergonha de classe no Brasil, me lembro do orgulho que têm operários franceses, e trabalhadores de todas as profissões, que fazem suas greves praticamente todos os dias, orgulhosos de quem são, exigindo seus direitos, porque sabem que a França pode parar se eles pararem. Isso sim é poder (mas ainda não entendemos o quanto podemos).

Por Luciana Hidalgo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s