Reforma da Previdência e a safadeza da propaganda oficial em conluio com a mídia comprada

Acordei bem mais cedo hoje. Antes das 6:00 h. Fui ao banheiro e liguei o rádio. É onde ouvimos rádio aqui em casa. Fica, normalmente, sintonizado em uma estação de notícias ou de música. Na maioria das vezes, na Band News (nunca um nome se ajustou tão bem às práticas e à ética de uma empresa: Band. Genial abreviatura), ou na CBN, das Organizações Globo. Organizações … outro nome bem adequado. Com um toque algo mafioso.

Estou no Rio de Janeiro. Seis e pouco da madrugada. Hora que o trabalhador e a trabalhadora mais atingidos pela reforma da Previdência chacoalham, espremidos, no BRT ou no trem da Central.

O rádio do banheiro está sintonizado na CBN – a rádio que vende mentiras. Intervalo para faturamento. Anúncio do governo sobre a reforma da Previdência. O locutor fala mais ou menos o seguinte:

“Você já viu a nova Previdência? Muito melhor! Com a nova Previdência, quem ganha menos paga menos, quem ganha mais paga mais”.

E quanto à redução ou extinção dos benefícios, locutor? Nenhuma palavra? Em qual planeta uma caderneta de poupança presa por 40 anos nas garras de bancos e instituições financeiras seria MELHOR que a Previdência atual?

Não bati com o rádio no chão, embora tivesse tido vontade. Sou aposentado. Privilegiado. Devo ser afetado – um pouco – pela reforma, mas não estarei entre os idosos que irão morrer antes da aposentadoria ou praticarão suicídio ou, aposentados, vão ter que voltar trabalhar – ou mendigar – para poderem comer, morar e comprar remédios.

Essa publicidade do governo federal deveria uma simples campanha de esclarecimento sobre os diversos pontos da reforma da Previdência mas é, ao contrário, propaganda enganosa, uma safadeza, direcionada para os trabalhadores mais humildes, quando eles estão indo para o trabalho.

Paulo Guedes e Bolsonaro querem tirar da previdência social um trilhão de reais em 10 anos. Ora, a Previdência é, principalmente, você. Um trilhão de reais é a soma da brutal perda de direitos que a nova Previdência trará. Não se iluda. Você está sendo ludibriado. Ninguém gasta rios de dinheiro com propaganda oficial e com compra de deputados e senadores para conceder um aumento de benefícios para você. Quando você desembrulhar este pacote que eles dizem ser um pacote de presentes, perceberá tratar-se um pacote de perversidades. Um golpe de mestre. Com a conivência da mídia comprada com recursos públicos, para veicular propaganda enganosa, safadeza oficial.

Brasil, propaganda enganosa acima de tudo.

Safadeza por parte deles todos.

Paulo Martins

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s