O discurso de Lula – 04/03/2015

Aconteça o que acontecer, sempre haverá espaço a ser ocupado pelas forças progressistas e de esquerda. Independentemente se o partido de esquerda do momento é o PCB, o PSOE, o PC português, italiano, o PC do B, o PSOL, o PCO, o PSTU, o PT, o SIRIZA, o PODEMOS, os ideais da esquerda estarão sempre representados.

O ideal é que as forças de esquerda estejam no poder, unidas, para construir um país desenvolvido, sem desigualdades, discriminação e preconceitos.

Não sendo possível, estaremos sempre na luta, preferencialmente unidos. Nada cai do céu. As conquistas da esquerda são arrancadas com luta e suor. Muitos foram presos, torturados e morreram pelo caminho, em sua luta por igualdade e direitos.

As forças conservadoras se articulam, manipulam, mentem, prendem, cerceiam, impedem, torturam, assassinam … Nada novo. Ao final, quando menos esperam, brotam as esperanças, nascem os primeiros frutos …A esquerda, esta “erva daninha”, este cacto, esta vara de bambu, verga mas não quebra.

O ideal é que as forças de esquerda não dependam de somente um partido ou de um único líder, mesmo que esse líder seja o principal líder político do país.

Abaixo o discurso improvisado do Lula, após deixar a sede da Polícia Federal no Aeroporto de Congonhas em São Paulo. Embora discurso de um líder cansado é, sem dúvida, um discurso histórico. Não tem a força da carta testamento de Vargas e sua importância aumentará à medida em que aumenta o cerco midiático associado às forças do golpe e do atraso. Fica o registro.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s