Da série: Se o que é bom para os EUA é bom para o Brasil …

Quando ouço alguém repetir, sem pensar, o mantra neoliberal e utilizar como exemplo aspectos selecionados da economia e da cultura norte-americana, recomendando sua aplicação direta, sem anestesia, no Brasil, me ocorre perguntar por que eles têm essa capacidade de escolher só os maus exemplos e deixar de lado os bons. Seria premeditado?

Compartilho, abaixo, singela frase de Thurgood Marshall, primeiro afro-americano a integrar a Suprema Corte de Justiça dos Estados Unidos.

Vou traduzir, mas não vou desenhar agora.

“A DIMENSÃO DA GRANDEZA DE UM PAÍS É DADA PELA SUA HABILIDADE DE PRATICAR COMPAIXÃO NOS TEMPOS DE CRISE”.

image

Uma resposta para “Da série: Se o que é bom para os EUA é bom para o Brasil …

  1. Pingback: Política contraditória·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s