730 dias de blog – Declaração de Princípios e agradecimento aos leitores (04/11/2016)

Em 04 de novembro de 2014 iniciei este blog. Em poucos dias o blog foi batizado três vezes, fixando-se em dialogosessenciais.com. O seu nome tenta resumir em duas palavras as razões de sua existência: diálogo e essência.

As eleições presidenciais de 2014 haviam sido encerradas e, apesar do jogo pesado da mídia, associada a grandes grupos empresariais e à oposição raivosa, o lado progressista tinha vencido mais uma vez.

Os ânimos estavam acirrados naquela semana e eu estava prevendo que o jogo não terminaria ao final do segundo tempo (segundo turno). Eu estava certo. Iniciei o blog em 04 de novembro de 2014 e no dia seguinte o candidato derrotado Aécio Neves, em discurso no Senado, declarou guerra política. Ali, naquele discurso, ficaram delineadas as estratégias: impedir a posse da presidente Dilma. Não conseguindo impedir a posse, tentar derrubá-la por um golpe e, não sendo possível, tentar fazê-la sangrar para ver o PT chegar anêmico em 2018.

Como todos sabem, com a traição do PMDB, a chantagem do  deputado desesperado Eduardo Cunha, a seletividade da justiça de primeira instância, a pusilanimidade de alguns ministros do STF e o oportunismo do PSDB, foi possível viabilizar o golpe.

Os partidos da oposição tocaram fogo no circo político mas esqueceram-se que eles estão do lado de dentro do circo. E, o que é pior, como políticos, este circo é o único que aceita os seus malabarismos e seus saltos mortais. Brincaram de engolidores de fogo sem saber. Correm o risco, os incendiários, de morrerem queimados.

Com mais de 800 posts, 13.000 visitas e 25.000 visualizações, o blog está vivo. Apesar da derrota em algumas batalhas, sobrevive. Apesar das “disgraceras” aprontadas diariamente por Temer, o usurpador, e seus denunciados amestrados, persistimos na luta.

Grande parte dos posts é compartilhamento. Uma parte menor, são textos próprios. É que tem tanta gente escrevendo tão bem, sobre assuntos urgentes e relevantes, que é impossível competir. Compartilhar aqui textos inteligentes e instigantes, fora da bitola do credo e da crença geral, me dá tanto prazer quanto escrever e publicar os meus próprios textos. E eu acho que os leitores apreciam a diversidade e a relevância dos assuntos tratados aqui. Publicamos tudo que julgamos essencial, sejam textinhos, textões, pesquisas, textos para discussão ou resumos de pesquisas.

Agradeço o apoio dos leitores e seguidores do blog. Alguns fieis, outros bissextos, todos importantes.

Reforço o compromisso assumido na declaração de princípios do blog, escrita no seu nascimento, hoje um pouco revisada, mantendo sua essência.

Leia abaixo:

DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS

Trata-se do meu blog, que está em construção. Pretendo passar informações e ideias (opiniões) sobre paz, cidadania e direitos humanos, em seus sentidos mais amplos.

Aqui você não lerá opinião disfarçada de informação, nem lerá ideologia disfarçada de neutralidade cínica. Este blog tem lados e se orgulha dos lados que conscientemente escolheu. Nem sempre acertamos, mas somos sinceros, honestos, transparentes. Nunca puramente neutros ou omissos.

Pretendo desenvolvê-lo e, de semente em semente, de grão em grão, divulgar informações e ideias que sirvam de contraponto à forma distorcida com que a mídia formada pelas “grandes famílias” transmite informações, ideias e tenta moldar a opinião pública.

Mesmo que tenha somente uns poucos leitores, vai valer a pena.

Clique no endereço mostrado – dialogosessenciais.com – e acesse o blog. Por favor, deixe seu comentário para ajudar-me no processo de construção.

O blog não tem fins lucrativos, é mantido por uma pessoa só, do jeito que dá.

Não queremos servir de canal para brigas, preconceitos, desaforos, má educação, falsidades, mentiras, acusações, injúrias, calúnias, difamações, ilações sem provas e em discussões estéries e irrelevantes, tão em moda nos jornais, TVs e nas redes sociais… Mas não levamos desaforo para casa.

Paz, Cidadania, Direitos Humanos, ideias simples, generosas … A partir daí, vamos construindo laços de solidariedade e, quem sabe, construímos (neste maravilhoso país) um lugar legal para morar, criar filhos, estragar netos e cuidar dos nossos idosos.

Temos pressa, mas a subida é íngreme e os inimigos, astutos.

Abraços e, mais uma vez, muito obrigado,

“Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás.” Che Guevara

Paulo Martins

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s