Ocupação das escolas

Quase sempre presto atenção às opiniões do meu amigo de Facebook Luiz Carlos de Oliveira e Silva. Algumas de suas opiniões são polêmicas e causam debate e saudáveis discussões.

Não é este o caso no texto que compartilho a seguir. Embora o assunto possa, na superfície, parecer polêmico, na sua essência não é. Luiz Carlos retira as arestas e entrega uma opinião redonda, clara e incontestável.

É impressionante como o debate em curso hoje, no país, sobre quase tudo, está poluído. As pessoas misturam assuntos, não têm visão clara do que estão discutindo, quase nunca vão ao cerne das questões e nunca passam da repetição rasa das ideias simplistas jogadas no ar por jornalistas sem tempo e sem preparo, sempre pressionados pela necessidade de agradar os donos de jornais, revistas e TVs, seus patrões.

Quando a ideologia do jornalista, constatada por suas opiniões nas redes sociais, casa com a ideologia dos seus poderosos empregadores, temos a união do inútil com o desagradável. Entregam pizza de muçarela fria para um telespectador ou ouvinte distraído que já foi acostumado a engolir qualquer gororoba sem reclamar.

Hoje mesmo assisti uma matéria das Organizações (êta definição adequada para o que este grupo empresarial representa!) Globo com viés totalmente de acordo com o “padrão Globo” de manipulação da informação para formatar consciências e administrar as opiniões. Repórter escolhida: Gioconda Brasil. Na matéria jornalística o ministro da Educação, este sim um invasor despreparado para o cargo que ocupa, ameaça os alunos com processos de “ressarcimento” de eventuais custos declarando, fiz questão de anotar, que esta é uma “obrigação legal e moral” do ministério.

Ora, o douto ministro, que recebeu em seu gabinete o pedagogo Alexandre, guardião da moral e dos bons costumes, como primeira autoridade da área de educação a opinar sobre os futuros projetos educacionais do governo golpista, não tem a menor habilidade política para negociar, nem formação acadêmica ou intelectual para estar à frente de um ministério que deveria ser um dos mais importantes em um país em desenvolvimento como o Brasil.

A reforma do ensino médio por medida provisória sem discutir com ninguém além do sábio pedagogo escolhido, é uma prova de incompetência política e falta de inteligência do ministro. Ou arrogância típica dos regimes autoritários.

A imposição representada pela PEC 241/PEC 55 vai pelo mesmo caminho. Embora inconstitucional, com sérias ameaças para o futuro da educação no país, a famigerada PEC que congela os gastos reais com a educação por 20 anos não foi discutida com ninguém do meio educacional.

Segue o post do Luiz Carlos.

Paulo Martins

OCUPAÇÃO DAS ESCOLAS, por Luiz Carlos de Oliveira e Silva

Dois grupos de jovens:
1. Os jovens que ocupam escolas fazem uma luta de caráter coletivo. Querem que o preceito legal, que diz que educação é um direito do cidadão e um dever do estado, seja cumprido.
2. Os jovens que vão às escolas ocupadas exigir o fim das ocupações fazem uma luta de caráter individualista. Querem assegurar o direito de cada um deles de terem aulas já.
3. O primeiro grupo de jovens pensa coletivamente. Pensam nos seus direitos e nos dos jovens que virão. Eles não separam uma coisa da outra. Eles são de esquerda.
4. Os jovens do segundo grupo pensam individualmente. Pensam apenas nos seus interesses individuais imediatos. Eles querem os seus diplomas, e apenas isto. Eles são de direita.
5. Melhor dizendo: eles não querem apenas os seus diplomas… Eles querem o estado fora da educação! Acham que, assim, eles terão melhores chances na vida, com menos concorrência.
6. E pensar que há pessoas que dizem que a distinção entre esquerda e direita não faz mais sentido.
7. São de direita os que pensam assim, já reparou?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s