Fio de esperança

Compartilho post de Pedro Munhoz, amigo de Facebook, que reflete minha esperança e desejo. Esperança que nossa luta terá continuidade e desejo de que até conseguirmos virar o jogo, o sofrimento dos que serão atingidos pela PEC da maldade (PEC 55) seja minorado pela solidariedade, que é o que resta e que não poderão cassar, impedir (“impixar”), revogar, reduzir, cortar, prender, denunciar, acusar, denegrir, distorcer, manipular …

Paulo Martins

Fosse outro dia, fossem outros tempos, fossem alguns anos a menos nas costas, eu chegaria em casa, como cheguei há uma hora, e contaria o que eu vi na manifestação de hoje com alguma riqueza de detalhes. Mas hoje, talvez por ser hoje, talvez por estar com muitos sapos entalados na garganta que me foram violentamente servidos pelos senhores de acaju nos cabelos e seus lacaios de farda, talvez por estar me sentindo velho, alquebrado, ranzinza e triste; vou apenas me agarrar ao poderoso fio de esperança que é essa juventude que foi às ruas para apanhar e respirar veneno enquanto lutava por justiça, tomar um banho e dormir. Podem aprovar o que quiserem, o que conseguirem, a luta está apenas começando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s