Winners, losers e a cultura da competição e do ódio (revisado 21.05.2017)

diálogos essenciais

Texto de um amigo no Facebook:

“COLUMBINE, VIRGINIA TECH, PULSE
Considerações sobre “Tiros em Columbine”, de Michael Moore
1. O documentário do MM queria responder à pergunta: por que há tantos assassinatos a tiro nos EUA.
2. Ele partia da hipótese mais disponível: porque há muitas armas em posse dos cidadãos.
3. Lá pela metade do documentário ele já desconstrói a hipótese ao reconhecer que no Canadá há mais armas por cidadão e muito menos assassinatos.
4. Acabou deixando sem a resposta a pergunta que guiou a sua narrativa.
5. Por está tão envolvo por sua própria cultura, ele não foi capaz de “ouvir” a resposta, que lhe foi dada nas cenas finais.
6. Um adolescente, colega dos dois atiradores de Columbine, disse que os dois já eram “losers”.
7. Muitos por aquelas plagas não acreditam numa segunda chance.
8. Eles já eram mortos vivos.
9. Quiseram “apenas” pôr alguma…

Ver o post original 730 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s