Balmaceda de Chile – Pablo Neruda

Diálogos Essenciais

A decisão do presidente José Manuel Balmaceda de cobrar tributos sobre o salitre chileno exportado, controlado por capitais britânicos, desencadeou a guerra civil chilena de 1891, que derrubou Balmaceda.

Os aliados internos dos interesses ingleses se associaram a forças militares para destituir o presidente. Balmaceda suicidou-se em 19 de setembro de 1891.

História tristemente comum em nossa América Latina. Hoje a entrega se faz de forma mais sutil: compra-se eleições, muda-se as leis e entrega-se o pré-sal. Se ficar muito difícil, plantam notícias e crises. Derrubam presidentes com golpes paraguaios.

A seguir, leia o poema do Pablo Neruda e, logo a seguir, um texto da Fundación Balmaceda.

Não se trata de endosso a tudo o que Balmaceda representou. As histórias a respeito desta personagem da história são confusas: não fosse a história oficial a consolidação da versão contada pelos vencedores. Por isso, publicamos a versão da Fundación Balmaceda. A bem…

Ver o post original 1.383 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s